Como usar habilidades pessoais em prol do seu negócio?


Uma empresa precisa desenvolver competências para manter-se competitiva e atuante em seu ramo de atividade, certo? Mas como acumular essas competências? E por onde começar? 

O ponto de partida para fazer a empresa crescer e para compor um time multidisciplinar são as próprias habilidades pessoais do empreendedor. Nesse sentido, o autoconhecimento pode ser determinante para identificar pontos fortes e de vulnerabilidade, que precisarão ser complementados, em momento oportuno, por outros profissionais.

Para facilitar, o Instituto Brasileiro de Coaching identificou (IBC) as 10 atitudes mais valorizadas pelo mercado na hora de desempenhar, com êxito, uma tarefa específica. São elas: adaptabilidade (estar aberto a mudanças), automotivação, bom humor, busca por conhecimento, capacidade de negociação (solucionar conflitos), comunicação efetiva (saber expressar ideias), criatividade, liderança (capacidade de influenciar pessoas), trabalho em equipe e relacionamento interpessoal.

É muito importante que você faça uma autoanálise sincera – pode contar com a ajuda de familiares e amigos – para reconhecer as competências emocionais que possui e que poderão ser colocadas a serviço da empresa. Quanto às habilidades técnicas, isso vai depender do ramo de atividade da sua empresa e do conhecimento, experiência ou formação que já possui nessa área antes de determinar carências.

Coloque essas informações no papel, estendendo o exercício a todos os colabores da empresa para saber onde está, quais habilidades podem ser alvo de treinamento e quais precisam de aporte para que haja aumento efetivo no desempenho e para que as metas sejam alcançadas. Esse mapeamento ajudará a definir as competências organizacionais do negócio e a desenvolver uma gestão por competências.

Acesse <<http://planned.com.br/>> e conheça nossas soluções em outsourcing.

Dicas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *