A mentoria da Planned auxilia na escolha do regime tributário


Quando pensamos no término de um ano fiscal, logo pensamos consciente ou inconscientemente de como será o próximo ano. Sabemos que não deixar de pensar no planejamento tributário de nossas empresas ou a escolha incorreta do melhor regime tributário poderá ser fatal para o fluxo de caixa da empresa e para a continuidade do negócio. Lucro Real, Lucro Presumido ou Simples Nacional? Aqui pensar é preciso.

Escolher um regime tributário envolve contar com a ajuda de um profissional envolvendo conhecimentos amplos, unindo conhecimentos técnicos da área contábil, fiscal e departamento pessoal.

Erros

Escolher um regime tributário envolve contar com a ajuda de um profissional envolvendo conhecimentos amplos, unindo conhecimentos técnicos da área contábil, fiscal e departamento pessoal.

Empresários cometem erros quando não observam diversos fatores que estão interligados ao seu segmento, por exemplo, a opção pela desoneração da folha de pagamento, incentivos fiscais, aspectos envolvendo a tomada de créditos para o cálculo do PIS e COFINS quando a apuração é feita pelo regime cumulativo, despesas dedutíveis e indedutíveis para fins de Imposto de Renda, aferição correta da tributação envolvendo receitas financeiras, a opção pelo regime de reconhecimento da variação cambial, se será caixa ou competência. O número de funcionários, a análise dos balanços ou da projeção de faturamento e investimento da empresa também são fatores que influenciam a escolha do regime tributário.

Em alguns casos, o regime tributário é imposto pela atividade da empresa, como o que ocorre com algumas atividades do setor financeiro, onde há a obrigatoriedade de opção pelo Lucro Real. Empresários cometem erros quanto ao correto enquadramento do Simples Nacional, dada as particularidades impostas na Legislação do Simples Nacional.

Em alguns segmentos, como o de tecnologia, que na maioria das vezes a execução dos trabalhos são contratos de longos prazos com recebimentos ao longo do projeto, a aferição e reconhecimento da receita pelas diretrizes no CPC 47, onde o reconhecimento da receita é realizado de acordo com o percentual de realização do projeto pode ser uma saída para a melhor práticatributária e administração do fluxo de caixa.

São tantas as variáveis, que a melhor alternativa é contar com o apoio de uma consultoria especializada.

Temos observado que muitos escritórios de contabilidade não fornecem este apoio aos empresários.

Pensando nisso, a Planned abriu agenda de seus consultores nos meses de janeiro e fevereiro para ajudá-los com a melhor escolha do regime tributário, ofertando uma mentoria para os empresários de 2 horas com um investimento de R$ 600,00.

Acesse para saber mais e agendar a mentoria com nossos consultores

Uncategorized

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Open chat